quarta-feira, janeiro 25, 2006

Sem querer saber por onde vais
sei que escorregas por flocos de neve amontoados sem critério

Segues corredores empaturrados de sinais que não sabes ler

A soberba do excesso faz-te cair exausta.
então, atordoada, procuras um sentido, mas logo te inebrias pela doce cor da ilusão

A minha inocência calculada em amplexo
abrui eiras qual pausas nessa terraplanagem de aparência incessante

Ferida, gelou-se-te o lago pantanoso que patinas perdida
cegada pela extravagância da terra do nunca

És surda ao coro da paciência

God bless you!

Coração tolo / Transmutação / Brincar / Alerta

quarta-feira, janeiro 18, 2006

PSYCHÉ

Correr do Norte ao Sul,
do Sul a Este, deste a Norte,
daquele a Oeste,

e, afinal,

basta repousar no Centro
encher forte os pulmões
e escolher para onde sopro!!!


26/04/2005

SABERMO-NOS ENCONTRADOS

Finalmente repousar-me em ti
Ser o teu ídolo,
Olhar o céu e descobrir-te estrela

Estar contigo em toda a parte
Respirar a tua ausência
Cegar-te para o mundo
e fechar os olhos
segurar-te o ombro
e seguir flutuante os teus passos!

Sabermo-nos encontrados!
é uma declaração de amor...

Sabermo-nos encontrados.
é sentir a palma da tua mão
feliz na minha,
sereno encosto de cabeça.

E na soberba da paixão
sabermo-nos encontrados,
onde tudo faz sentido.

Frágeis mortais,
sabermo-nos encontrados!
Amo-te!, (coincidimos nos lábios)
e digozes
Somos felizes!


Para a R.R.
26/04/2005

CHASE A LIFE

Tu és só metade de mim
Não tens o encanto de lisboa

A fidelidade e a coragem de ser vulnerável

Luz límpida com mácula, mas sem complexo:
amplidão de uma esplanada, no calor da castanha assada mergulhada no borralho da cinza,
esquecida no calor de um cravo branco florido numa fonte tépida...

terça-feira, janeiro 17, 2006

LOL

Her brain sounds like a 'lol'.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?